A importância de estar sozinho

Episódio 9 .

Neste episódio, partilho contigo uma reflexão sobre a importância de estarmos sozinhos e como isso é um passo fundamental para nos conectarmos connosco mesmos e descobrirmos quem realmente somos. Conto-te como sempre me senti bem só comigo mesma e exploro algumas causas para ser tão difícil nos permitirmos estar sós nos dias de hoje. Dou-te também algumas dicas para te enfrentares a ti mesmo e te reconectares à tua essência, através de uma escuta interior no teu próprio silêncio. E como não poderia deixar de ser, falo-te sobre os benefícios fantásticos de viajar sozinho para quem quer iniciar esta jornada de encontro com a sua essência.

Convido-te a ouvires o episódio e deixares-te inspirar.

 

 

Referências mencionadas no episódio:

 

Se sentes que o podcast de alguma forma te inspirou, subscreve e partilha. Ajuda-me neste caminho de espalhar inspiração junto de quem quer mudar de vida.

Desejo-te um dia mágico.

Neuza

 

5 thoughts on “A importância de estar sozinho

  1. Olá Neuza!
    Adorei o podcast e concordo com imensas coisas que disseste e outras deixaram-me a pensar. Vou destacar as que me ficaram mais na cabeça (e coração):

    – Quando disseste (desculpa por não transcrever 100%) “Se eu não estou ao telemóvel quando estou com outras pessoas, porque é que o faço quando estou comigo?” Nunca tinha pensado nisto nesta perspectiva, do quanto isso é má educação para comigo mesma. Pensar nisto foi tipo mind blowing, you know?
    – Sugiro que continues a tentar a meditação. Sou altamente suspeita para falar, porque é a prática que utilizo por excelência para me reconectar com a minha essência. Tenho vários artigos no blog a falar sobre isso, e estou super disponível para trocarmos umas ideias sobre o tópico 🙂
    – Last but not least… obrigada pela referência. Adorei saber o que é a tua felicidade gourmet! <3

    Beijinhos!

    1. Obrigada pelo feeddback, Sofia. É bom sentir essa identificação. E sim, acho que estamos em sintonia em relação a várias coisas por isso é normal hehe
      Ainda não desisti da meditação… quando voltar a Portugal, acho que vou tentar novamente e se precisar de ajuda vou adorar contar com as tuas dicas 🙂
      beijinho grande

    1. Olá Luísa, muito obrigada por me acompanhares por aqui e pelas palavras. E sim, há-de chegar o dia de também ir à Suiça 🙂 beijinho grande

  2. Bom dia Neuza ….estou adorando a Neuza que estou conhecendo agora, aquela menina que eu conheci está me surpreendendo de uma maneira maravilhosa. E sim a vida prega- nos partidas quando não damos atenção as nossas dores a um momento que sem querer somos obrigados a parar e mudar de rumo…sim e nessas paragens obrigatórias que escutamos o nosso eu interior e nos damos conta de outra realidade. Obrigado por partilhares a tua experiência…gosto muito de ti minha (menina) linda beijinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *